quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Recordando ...(XX)

-

(Foto: Ana Lopes)

Nestes tempos de crise económica e ao preço que estão os combustíveis, até que nem é uma má solução. (Penso que a foto seja dos anos 70)
-

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Árvore com dois troncos siameses

-
Esta árvore com dois troncos siameses pode parecer um fenómeno do Entroncamento, mas não, é mesmo da Lousa e pode ser vista nas instalações do polidesportivo.
Aqui ficam as imagens:

-

domingo, 26 de outubro de 2008

Pequeno filme da Caminhada "Na Rota dos Moinhos"

video

Caminhada 26 de Outubro - Na rota dos moinhos

-
-
Aqui ficam algumas fotos da caminhada de hoje até aos moinhos. Como se pode ver o pessoal aderiu bem à iniciativa. Houve crianças, jovens e menos jovens.
Depois veio o almoço, porco assado no espeto, e o convívio. O pessoal gostou. Uma iniciativa do União Lousense a repetir.
-

sábado, 25 de outubro de 2008

Bibliografia: "Os Pastos Comuns"

-
GIRALDES, J.J. Vaz Preto - “Os Pastos Comuns”. In CABRAL, Manuel Villaverde - Materiais para a História da Questão Agrária em Portugal – séculos XIX e XX. Porto: Editorial Inova, 1974. pp. 229-244.
-
O texto sobre os pastos comuns, da autoria de João José Vaz Preto Giraldes, foi originalmente publicado no Arquivo Rural (Vol. 5, 1862, pp.177-185) e oferece informações sobre a campanha contra o antigo sistema de open-field e sobre conteúdo de classe do movimento contra os pastos comuns.
-
A Região de Castelo Branco já fora uma terra de transumância, com grandes rebanhos de ovelhas, cuja lã era exportada e vendida aos lanifícios da Covilhã e Portalegre.
-
Na opinião do Prof. Silbert, Castelo Branco era a terra de eleição do open-field Português e sem dúvida a região em que os pastos comuns sobreviveram por mais tempo, pois beneficiavam de uma aliança tácita entre os camponeses pobres e os grandes criadores de gado. O autor, além de nos dar a conhecer a origem dos pastos comuns, apresenta também as questões jurídicas ligadas a esta questão.
-
Fonte: Fundação Alentejo – Terra Mãe (http://www.alentejo-terramae.pt/)
-

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Mudança da hora

-
No dia 26 de Outubro, tem início o período de "Hora de Inverno".

Assim, os relógios irão ser atrasados de 60 minutos às 2h00 da madrugada de Domingo em Portugal continental e na Região Autónoma da Madeira, passando para a 1h00.

Não se esqueçam de atrasar o relógio 1 hora de Sábado para Domingo!
-

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Novamente os moinhos

-

Como tinhamos já referido anteriormente, o caminho nesta zona encontrava-se completamente ocupado por um enorme matagal de silvas.
No próximo dia 26 vai realizar-se um passeio pedestre que inclui uma passagem pelos moinhos e felizmente que ainda há pessoas que se preocupam com a nossa cultura e tradições antigas.
Falamos do Tó Zé Barata que juntamente com dois funcionários da Junta de Freguesia, deitaram mãos à obra e limparam a zona, para receber os participantes do passeio.
Deste modo já foi possível tirar mais algumas fotos dos moinhos do Ti Zé Rocha e do Ti Moleiro que, tenho a certeza, muitos não conhecem.
Como podem verificar, o estado de degradação dos moinhos é quase total, mas, mesmo assim, não deixam de ser um marco histórico da nossa cultura, que é necessário divulgar e preservar o que resta.
Também a ribeira de Alpreade, na zona envolvente dos moinhos, mesmo quase seca, mantém tamanha beleza natural, que nos transmite uma enorme sensação de bem estar e nos convida à visita.
-

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Escadarias com mais segurança

-
As três escadarias de acesso ao Adro da Igreja têm agora mais segurança com a instalação de corrimões em aço inoxidável, em cada uma delas.
-
-

-
Com efeito, as escadarias para além de apresentarem já um elevado desgaste, motivado pelo seu uso ao longo de muitos anos, têm também os degraus um pouco altos, o que colocava alguns constrangimentos à sua utilização.
-
A Junta de Freguesia atenta a essa situação, procedeu à colocação de dois corrimões laterais em cada uma delas, tornando assim a sua utilização mais fácil e mais segura, principalmente para a população mais idosa da freguesia.
-

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A Lousa com rede gratuita de internet sem fios

-
A Junta de Freguesia da Lousa acabou de instalar uma rede de internet wireless (sem fios) gratuita, que cobre praticamente toda a freguesia. Três antenas instaladas, no edifício da Junta, no Museu e na capela de S.to António, espalham pela aldeia o sinal que permite a qualquer pessoa aceder à internet com uma banda razoável.

Os testes finais destas três antenas estão finalizados e a cobertura obtida é satisfatória, pois praticamente em todas as ruas e nos principais locais da freguesia consegue-se captar o sinal.

Em qualquer local da freguesia, se tiver contacto visual com qualquer uma destas três antenas, é garantido que captará o sinal.
-
--------
-
Dentro das casas a captação é obviamente mais difícil devido aos obstáculos que o sinal encontra pelo caminho, como por exemplo as paredes, que geralmente são em granito e muito grossas.
-
Em alguns casos, uma placa USB colocada ao pé de uma janela, será suficiente. Noutros casos, torna-se necessária a instalação de um acess point. Para os casos mais difíceis um acess point com antena exterior deverá resolver o problema.
-

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A E.N.233, entre o Alto da Lousa e a Ponte de S. Gens

-
Já se encontram a decorrer as obras de conservação e melhoramento da E.N.233, entre o Alto da Lousa e a Ponte de S. Gens. Ao que nos parece, as obras são de grande intervenção, tentando transformar esta estrada, numa estrada segura.
A chamada “curva da morte”, onde tanta gente morreu de acidente, já se encontra cortada ficando com um raio de curvatura completamente diferente. Também as subidas e descidas acentuadas, desapareceram.
-

Do Alto da Lousa até aos Cantinhos já foram arrancadas todas as árvores. Consta que vai alargar dois metros e que terá uma pista (em saibro?) para ciclistas do lado do muro da quinta. Vamos aguardar para ver.
O troço entre os Escalos de Cima e Castelo Branco deverá arrancar no principio do próximo ano.
-

Intervalo

-
Dois alentejanos encontram-se e diz um para o outro:
- Compadre, onde vai com esse carro de esterco?
Responde o outro:
- É para pôr nos morangos.
Diz o primeiro:
-Atão o compadre nunca experimentou com natas?
-

domingo, 19 de outubro de 2008

Seis meses de Rabiscos

-
Faz hoje seis meses que nasceu o “Rabiscos Lousenses”. O principal objectivo da sua criação era ser um espaço que complementasse o sítio “Lousa – Um Cantinho na Beira Baixa” e ao mesmo tempo ser um espaço de divulgação actual, de troca de ideias e de partilha de opiniões sobre a nossa terra.
No que diz respeito à divulgação creio que o objectivo está a ser conseguido, pois além de incluir um já elevado número de notícias e informações, tem sido visitado por pessoas de todo o país, com predominância para as da região, mas também do estrangeiro, principalmente da França e do Brasil. Também várias pessoas nos têm manifestado pessoalmente o seu agrado, por terem um sítio onde podem saber notícias da sua terra quando estão longe.
Infelizmente, a colaboração e a participação têm sido fracas. Confesso que esperava mais comentários dos Lousenses que nos visitam, pois é sempre um bom incentivo para quem está deste lado, ao mesmo tempo que iria contribuir para complementar e melhorar, a qualidade da informação aqui apresentada.
Aqui fica, portanto, mais um apelo à vossa participação.
Vá lá malta, não custa nada participar. Façam comentários ou enviem notícias para publicação. Ajudem a dar vida a este espaço.
-

Abertura da caça

-
Abriu hoje, na reserva associativa da Lousa, a caça ás lebres, aos coelhos e ás perdizes.
-
As jornadas de caça, na época venatória que hoje se iniciou, são as seguintes:
  • Lebre, coelho e perdiz: 19 e 26 de Outubro; 2, 9, 16 e 23 de Novembro; 21 e 28 de Dezembro.

Tordos: Inicio a 01 de Dezembro.

Batidas ás raposas: 30 de Novembro, 6 de Dezembro e 28 de Fevereiro.

Montaria aos javalis: 27 de Dezembro.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Recordando ...(XIX)

-
(Foto: Maria Luísa Cajado Capinha)

Bons tempos. Penso que seja de meados dos anos 70, pois como se pode ver, o Padre Manel ainda estava na Lousa.
-

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Os roubos continuam

-
É verdade, os roubos continuam na Lousa, mas desta vez não foram cebolas nem batatas.
Desta vez foi um automóvel, o automóvel da Olga (Risca), que segundo parece terá sido rapinado, a noite passada, por volta das duas e tal da manhã.
Quando numa terra pacata como a nossa, já acontece criminalidade deste tipo, é caso para dizer: cuidado, eles andam por aí.
-

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

A geocache da Lousa

-
Como já referimos, a geocache da Lousa foi publicada no site oficial geocaching.com, no sábado dia 11.

Nesse mesmo dia a cache foi encontrada e registada por dois Geocachers: primeiro o "geopate" e de seguida o "khukhas team".

A imagem ao lado refere-se ao registo fotográfico feito pelo "geopate" e a imagem abaixo refere-se ao registo feito pelos dois geocachers no site oficial.

Vamos aguardar por mais visitantes.

-

domingo, 12 de outubro de 2008

Caminhada/BTT 26 de Outubro

-
Mais duas actividades a desenvolver pelo União Lousense durante este mês: um passeio pedestre da Lousa aos Moinhos com volta pela Várzea e uma prova de BTT.

Como sempre, haverá almoço, torneio de malhas e outros jogos tradicionais.

A concentração será no clube , pelas 09h30m.
-

sábado, 11 de outubro de 2008

A Lousa na rota do “Geocaching”

-
Para quem não sabe, Geocaching é uma actividade de ar livre que envolve a utilização de um receptor de GPS (Sistema de Posicionamento Global) para encontrar uma "geocache" (ou simplesmente "cache") colocada em qualquer local do mundo.

Uma cache típica é uma pequena caixa (ou tupperware), fechada e à prova de água, que contém um livro de registo e alguns objectos, como canetas, afia-lápis, moedas ou bonecos para troca.

A actividade de Geocaching tornou-se possível devido ao fim da imposição da degradação do sinal do sistema GPS denominado “Selective Availability” em 1 de Maio de 2000. A primeira colocação de uma cache com auxílio de GPS ocorreu em 3 de Maio de 2000 por Dave Ulmer, numa área remota do Oregon (USA). A localização foi anunciada no newsgroup sci.geo.satellite-nav. Três dias depois tinha sido encontrada duas vezes e registada uma vez.

O Geocaching tornou-se então popular. Em 17 de Junho de 2008 contavam-se 598127 caches activas em 221 países (das quais 2810 em Portugal, 60 no Brasil, 2 em Macau, 3 em Moçambique e 3 em Cabo Verde) e anunciadas no site oficial: Geocaching.com.
Geocacher é o termo usado para quem participa nesta actividade lúdica.

Hoje, a Lousa também entrou nesta onda popular, com a colocação de uma geocache dentro dos limites da freguesia. A cache tem o nome de “Lousa - Peregrinação e Descanso” e pretende levar os entusiastas desta actividade a visitar diversos locais interessantes. Não fiquem admirados se um dia destes virem pessoas estranhas a percorrer as ruas da Lousa, de GPS na mão.

Sempre que se justificar, iremos acompanhando aqui o desenrolar dos acontecimentos. Para quem quiser saber mais pormenores e acompanhar as visitas efectuadas à cache, deverá visitar o site http://www.geocaching.com/seek/nearest.aspx?country_id=159 e fazer a pesquisa por Castelo Branco.
-

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Recordando ...(XVIII)

-

(Foto: Maria Luísa Cajado Capinha)
Mais uma dos anos 60 para recordar.
-

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Rua da Amendoeira, antes e depois do corte e alinhamento

-


Encontram-se terminadas as obras do corte e alinhamento da Rua da Amendoeira, do lado do Santo António.
Com este corte e a demolição do muro do quintal do Pinto, já nem parece a mesma rua, embora ainda falte o corte e alinhamento do lado da Rua de Nossa Senhora dos Altos Céus, que esperamos seja para breve.
Aqui ficam estas duas fotos para comparação.
-

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Efemérides de Outubro

  • 2007-10-03 - Requalificação e pavimentação do Largo da Escola
  • 1960-10-03 - Manuel Tavares de Proença Vaz Preto morreu assassinado.

Provérbios de Outubro

  • Outubro quente traz o diabo no ventre.